Breve relatório sobre a segunda sessão (fevereiro-março 2013) do Conselho Geral.

De regresso das nossas visitas em dezembro e janeiro, partilhamos notícias de várias circunscrições:

Holanda e Argélia, visitadas pelo Superior Geral, P. John Fogarty; Congo-Brazzaville, Camarões, República Central Africano e o Gabão, visitadas pelo P. Alain Mayama; comunidades de Palmarola e de Turim, em Itália, visitadas pelo P. Joseph Shio. P. Bede Ukwuije participou de uma reunião na Alemanha, Knechtsteden, P. José Sabença partilhou num encontro de reciclagem em Portugal, irmão Marc Tyrant foi à Irlanda e participou da assembleia da União das Circunscrições da Europa (UCE). Eu próprio visitei o Haiti e a República Dominicana, onde tive uma reunião com representantes de Porto Rico.

Escutamos também o relatório da reunião do CSS ( Centro de Estudos Espiritanos) e do encontro JPIC-VIVAT que se realizaram em janeiro, aqui em Roma. Receberam alguns ecos destes encontros nas Informações Espiritanas. Pode-se imaginar toda a informação que nos foi chegando e sobretudo a força do contacto com os confrades, as suas missões e a sua realidade. Começamos a 2ª sessão, dita sessão de inverno, com nova energia.

Optamos por reservar alguns encontros para a reflexão, para ter tempo de olhar um pouco mais longe do que os assuntos correntes, e fizemo-lo praticamente uma vez por semana. Dedicamos algumas reuniões a ler em conjunto, cuidadosamente, o texto do Capítulo de Bagamoyo em ordem a precisar as tarefas que nos estão confiadas como conselho geral. Procuramos avançar no “Plano de animação” pedido por Bagamoyo. Cartas de consulta estão atualmente em circulação. Esperamos poder lançar o Plano de animação a 2 de outubro. Começamos a ver melhor, como as visitas às circunscrições, sobre as quais refletimos e planificamos, serão instrumentos importantes deste plano. Também preparamos a próxima reunião dos novos superiores, em setembro de 2013, com o plano de animação em vista.

Uma das reuniões mais reflexivas foi sobre o tema das comunicações. Tivemos uma troca de impressões muito interessante com o coordenador deste serviço na Casa Generalícia, o P. Gaston Temgoua. Buscamos estratégias de comunicação adaptadas aos nossos objetivos de animação e também, claro, aos nossos meios. Vamos voltar a esse tema.

• Alguns assuntos abordados e algumas decisões tomadas:

A confirmação da eleição do Superior maior da África do Sul, Eugene Oguamanam. Raymond Gonnet foi também confirmado como superior da Argélia. O mandato de João Baptista Barros, Superior de Cabo Verde, foi prolongado. O mandato de Martin Keane no Quênia, foi prorrogado até janeiro de 2015.

• Nomeação para um segundo mandato de três anos do secretário geral adjunto Jean-Jacques Boeglin . Robert Gueno vem para a Casa Geral para serviços no acolhimento, a partir de Setembro.

• Analisamos o Relatório Financeiro de 2012.

• Seguimos e confirmamos a preparação do curso de formação de formadores que terá lugar em Julho próximo, em dois locais, Yaoundé – Camarões e SISAT – Nigéria.

• Sobre a “proteção de menores”, optou-se por nomear um comité consultivo para auxiliar o Conselho Geral a avançar nesta questão. A primeira reunião será em junho.

• Tomamos uma decisão semelhante a propósito das Finanças. Vai ser criada uma comissão para ajudar o Conselho Geral a aplicar as medidas de Bagamoyo. A primeira reunião só será em outubro.

• Estudamos vários dossiers de incardinação, exclaustração e demissão de alguns confrades.

• Estudamos o projeto da circunscrição da Reunião em vista da criação de um centro (Le Vavasseur) de animação de espiritualidade espiritana.

• Alain Mayama fez a compilação de todos os pedidos de nomeações missionárias e ajudou-nos a estabelecer as prioridades que foram aprovadas em Conselho e foram publicadas recentemente.

• Estudamos a carta da União das Circunscrições da Asia Oriental.

• Continuamos a examinar a questão da formação especializada. Desejaríamos a formação de vários centos, em diferentes países. Roma oferece também muitas possibilidades que Bede Ukwuije tem analisado e submetido ao Conselho. Continuamos a refletir.

• Na mesma linha, um novo caminho se abre em Duquesne para especialistas das fontes espirtanas que fariam um estágio de um ano para continuar a sua pesquisa e fazer uma animação a nível universitário. O Conselho Geral apoiará esta iniciativa com uma percentagem financeira.

Roma e o mundo foram movidos pela renúncia de Bento XVI e a eleição de Francesco. Através daqueles que nos visitam aqui em Roma, das cartas e mensagens que recebemos, dos ecos de outros informadores, vamos escutando, sentindo e discernindo as realidades de vários países, Igrejas e circunscrições : Nigéria, Republica Centro-Africana, Gabão, USA, Paraguai, Haiti, Zanzibar, Cabo Verde, Camarões, Inglaterra, Uganda, Espanha, Suíça, Bolívia… e esqueço vários certamente. Há processos em curso, uns mais alegres outros mais dolorosos, mas é toda esta vida que alimenta a nossa oração.

Alegre e fecunda subida até à Páscoa!

Pierre Jubinville, 1º Assistente Geral.

 

This entry was posted in Informações Espiritanas. Bookmark the permalink.