2 Outubro de 2013:Para celebrar a identidade e vocação espiritana

Hoje é o aniversário da morte de Cláudio Francisco Poullart des Places, Fundador da nossa Congregação do Espírito Santo. É o dia escolhdo pelo Conselho Geral para dar início ao plano de animação da Congregação, pedido pelo Capítulo Geral de Bagamoyo. O tema do primeiro periodo ( 2 outubro 2013-2 fevereiro 2015)  é a vocação espiritana e identidade. Seguem algumas ideias ou propostas que podem utilizar nas celebrações desta ocasião. 

1. Novena: As comunidades foram convidadas a preparar a festa de Poullart des Places com a Novena que foi enviada.

2. Vigília de Oraçao: As vésperas poderão tomar a forma de uma celebração litúrgica mais extensa, incluindo os seguintes elementos:

• Leitura de Lucas 4, 18-19 e (RVE 1). Meditação sobre as implicações deste texto na nossa vocação espiritana. Este texto foi central no retiro que Poullart des Places fez antes da inauguração da Congreação do Espírito Santo a 27 de Maio de 1703.

• Proclamação/ visualização da mensagem do Superior Geral para o Ano de Animação.

• Recitação da seguinte oração:

Senhor Nosso Deus,

Criador do Universo,

que no vosso amor infinito

não cessais de nos chamar a participar na vossa vida,

onde a justiça seja o nosso hino,

e a paz a dança que nos une.

Neste dia em que lembramos

Francisco Cláudio Poullart des Places,

lançai sobre nós o vosso olhar de bondade,

e enchei-nos do seu zelo e amor

pelos mais pobres e abandonados.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho…

(Cf. Fontes Litúrgicas para as celebrações litúrgicas, p. 15)

3. Celebração Eucaristica

• A missa do dia é a memória dos santos Anjos da Guarda.

• Onde não foi possível na vigília, visualizar ou ler a mensagem do Superior durante a missa, após a homília por exemplo.

• Renovação do Compromisso missionário, usando o texto seguinte ou outro.

Ato de Renovação

Presidente: Hoje damos graças e renovamos o nosso compromisso missionário e a consagração que fizemos na Congregação do Espírito santo para trabalharmos pela dilatação do Reino de Deus.

Todos:

Cheio de alegria pela vida de consagração na Congregação dos Missionários do Espírito Santo, quero agradecer:

– a presença do Senhor na minha vida, mesmo quando fui menos fiel às suas

inspirações;

– por, não obstante as minhas fraquezas, me ter enviado ao serviço do

Evangelho nos lugares aonde me enviou a dar testemunho;

– por me ter conduzido no serviço das comunidades cristãs em diferentes partes do mundo;

– por me ter feito mensageiro da paz e da reconciliação entre os povos onde trabalhei,

protegendo-me em diversas circunstâncias;

– pela Sua presença salvadora em todos os povos, chamados sem excepção a partilharem o

Seu Amor.

Peço perdão

– pelas vezes em que não preguei devidamente a palavra de Deus ao Seιι povo;

– por não ter mostrado ao povo a rim confiado o verdadeiro rosto de Deus, todo amor e

misericórdia;

– por ter posto em evidência mais a minha do que a vontade de Deus; por não ver sempre

Deus nos irmãos, até naqueles que seguem outras religiões.

Quero com a ajuda de Deus entregar-me plenamente à missão:

– para testemunhar juntamente com as comunidades cristãs o amor de Deus

a todos os povos,

– a fim de que todos sejam iluminados pelo Evangelho e libertos do pecado,

que infecta as sociedades.

 

Presidente:

Na presença desta assembleia,

reunida em Vosso Nome

para conosco Vos louvar e agradecer,

consagramo-nos de novo ao apostolado

e declaramos a nossa fidelidade a Jesus Cristo

como testemunhas da sua Nova Aliança.

Pelo mesmo Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espirito Santo.

Todos: Amen.

( Cf. Fontes Litúrgicas para as celebrações litúrgicas, p. 21 ss )

 

 

This entry was posted in Informações Espiritanas. Bookmark the permalink.